Populistas: Magno e Manato voaram até Brasília só para desembarcar em Vitória com Bolsonaro

BRASÍLIA – AGENCIA CONGRESSO – Por pouco o coordenador da bancada capixaba, deputado federal Da Vitória (Cidadania) não foi vetado no voo presidencial que chega nesta quinta-feira a Vitória com o presidente Jair Bolsonaro.

O nome dele estava entre os integrantes da comitiva presidencial, ao lado dos deputados Neucimar Fraga (PSD), Evair de Melo (PP), e Soraya Manato (PSL), mas foi riscado sob a alegação de que o avião estava lotado.

Entre os integrantes, no entanto, estão dois políticos capixabas, sem mandato, e que foram reprovados pela população capixaba nas eleições de 2018, ex-senador Magno Malta e ex-deputado Manato, e que são investigados pela Polícia Federal.

Eles pediram ao cerimonial para vetar Da Vitória, alegando que é aliado do governador Renato Casagrande.

Também foram os dois que sugeriram ao cerimonial para não convidar o governador capixaba para o evento.

Casagrande havia inclusive se disponibilizado a comparecer, caso fosse convidado.

SURPRESA

O veto ao coordenador da bancada do ES foi descoberto pelo deputado Neucimar Fraga, que ao pedir a lista de integrantes da comitiva notou a ausência do líder.

Fraga saiu em defesa do parlamentar. Teria explicado que ele também é aliado de Casagrande, como Manato foi antes de disputar o governo em 2018.

No final da tarde chegaram a um consenso e garantiram vaga para Da Vitória no avião presidencial. Mas avisaram que não haverá vaga para ele no helicóptero até o evento principal em São Mateus.

Aliado do prefeito local, Da Vitória vai mesmo assim. Alugou uma aeronave para fazer o percurso. Tanto Neucimar quanto Da Vitória não quiseram comentar o caso apurado pela Agência Congresso.

Um assessor parlamentar, entretanto, contou que Da Vitória tem votado sistematicamente com o governo e preferiu não acreditar que a manobra tenha existido ” e que se ocorreu apequena ainda mais a política capixaba”.

Bolsonaro vai ao ES entregar 434 casas cuja construção teve início no governo Dilma, do PT. Bolsonaro desembarca em Vitória e vai de helicóptero irá até São Mateus, no Norte do Estado.

Lá será recebido por apoiadores, e participará, às 13h10, da cerimônia de entrega das casas populares do antigo programa Minha Casa Minha Vida, atual Casa Verde e Amarela.

Outro ‘racha’ na visita presidencial foi protagonizado pela deputado federal Lauriete (PL). Quando ela soube que seu ex- Magno Malta, estaria na comitiva presidencial, desistiu de participar do evento.

Mas informou que irá apenas ao aeroporto cumprimentar o presidente. Magno tentou tomar o mandato de Lauriete depois que eles se separaram.

Mesmo procedimento será adotado por outra deputada, Norma Ayub (DEM). Vai ao aeroporto mas não pretende ir até São Mateus. O senador Marcos do Val (Podemos) talvez desembarque com Bolsonaro no ES. Ele não confirmou.