BRASÍLIA – A Secretaria de Saúde está autorizada a nomear 723 profissionais aprovados em concurso público.

Eles vão ocupar vagas abertas por aposentadorias e possibilitarão a reabertura de 65 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI).

O Estratégia Saúde da Família, modelo de atuação primária, também será reforçado. O anúncio foi feito nesta terça-feira (2) pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, no Palácio do Buriti.

Em entrevista coletiva, o governador disse que a Saúde foi a pasta que mais recebeu
novos profissionais nesta gestão.

“Com essas nomeações, que devem estar no Diário Oficial do DF até sexta-feira (5), são 4.920 neste governo, mesmo com as dificuldades financeiras. Como nem todos tomam posse, são cerca de 4 mil contratados em definitivo.”

Quais serão os novos profissionais da Secretaria de Saúde
As nomeações incluem 468 técnicos – 220 de enfermagem, 148 em higiene dental, 85 administrativos, oito em radiologia e sete em laboratório (patologia clínica) – e 103 médicos, dos quais 50 vão atuar no Saúde da Família.

O inciso IV do artigo 22 da LRF põe como exceção o provimento de vagas nas áreas de educação, saúde e segurança em casos de morte ou de aposentadoria

O restante é composto por 36 enfermeiros, 30 auxiliares de operações de serviços diversos em farmácia e anatomia patológica e 20 cirurgiões-dentistas.

Os outros 66 profissionais se dividem em assistentes sociais, biomédicos, farmacêuticos-bioquímicos, fisioterapeutas, nutricionistas e psicólogos.

Contratações de acordo com a lei
Apesar de estar impedido de fazer novas contratações por estar acima do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o governo de Brasília atuou de acordo com a legislação para contratar esses profissionais.

O inciso IV do artigo 22 da LRF põe como exceção o provimento de vagas nas áreas de educação, saúde e segurança em casos de morte ou de aposentadoria.

A medida acarreta aumento de gastos. “O impacto para 2017 é de R$ 32 milhões e para 2018, de R$ 69 milhões. Isso demonstra a prioridade que o governo tem dado para a área”, disse o secretário de Saúde, Humberto Fonseca.

Tipo de profissionalQuantidade
Auxiliares de operações de serviços diversos 30
Auxiliares de operações de serviços diversos – farmácia22
Auxiliares de operações de serviços diversos – anatomia patológica 8
Técnicos 468
 – Em higiene dental 148
 – De Enfermagem 220
 – Administrativo 65
 – Em radiologia 8
 – De laboratório – patologia clínica 7
Médicos103
Anatomia Patológica7
Clínica médica6
Endocrinologia3
Infectologia5
Ginecologia e obstetrícia10
Mastologia2
 Nefrologia3
 Neurologia4
 Neurologia pediátrica2
 Oftalmologia3
 Ortopedia5
 Psiquiatria5
 Radiologia4
 Saúde da Família50
 Outros profissionais122
 Assistente Social3
 Biomédico7
 Cirurgião-dentista20
 Enfermeiro do trabalho6
 Enfermeiro30
Farmacêutico-bioquímico (laboratório)8
 Nutricionista3
Psicólogo27