BRASÍLIA – AGENCIA CONGRESSO – O presidente do Partido Republicano da Ordem Social (Pros), Eurípedes Júnior, esta sendo procurado pela Polícia Federal. Ele esteve à frente da sigla durante anos e é o atual presidente do Solidariedade.

O político goiano foi alvo, ontem, de uma operação deflagrada para investigar desvios de recursos do fundo partidário e eleitoral. A ação foi determinada pela Justiça Eleitoral do Distrito Federal.

A PF cumpriu, ontem, seis de sete mandados de prisão contra acusados de envolvimento no esquema. Uma das detenções ocorreu no Paraná e cinco no DF — entre os alvos, estavam dois advogados de Eurípedes Júnior.

Segundo a corporação, eles recebiam honorários muito acima dos valores praticados no mercado, o que levantou a suspeita de lavagem de dinheiro.

Acusado de chefiar o esquema criminoso, Eurípedes Júnior é considerado foragido porque não foi encontrado nos endereços visitados pelas equipes policiais e não se apresentou espontaneamente à Justiça.

Em nota, o Solidariedade afirmou que os fatos investigados são anteriores à fusão dos partidos.

(Com Agências)