A difícil escolha de Casagrande. MDB e Podemos também o pressionam. Além do PSDB (Foto M. Rosetti arquivo AGC)

BRASÍLIA – AGENCIA CONGRESSO – ‘A chapa de deputados federais e estaduais do PP, no Espírito Santo, fará campanha para o presidente Bolsonaro’, garante um líder do Progressistas.

”Provavelmente teremos ainda neste palanque o candidato a senador, o deputado Da Vitória”, acrescentou.

“Neste momento de conversas entre os partidos nada deve ser imposto. O candidato a senador que tiver o apoio do governador já tem meio caminho andado.”

Mas como o pré-candidato a senador do PP, de Bolsonaro, poderia contar com apoio do governador Casagrande? perguntou a AGENCIA CONGRESSO.

O PP local quer que seu candidato a senador esteja na chapa de Casagrande, cuja reeleição, no primeiro turno, tem grande possibilidade de acontecer.

A difícil escolha de Casagrande. MDB e Podemos também o pressionam. Além do PSDB

O tri pé nacional que apoia Bolsonaro, PP,PL e PRB, reconhece que será difícil vencer Casagrande. Mas querem eleger o senador.

O problema é que Magno Malta, candidato de Bolsonaro, não se viabiliza, por sua enorme rejeição. Por que a população que o rejeitou em 2018 iria apoiá-lo quatro anos depois?

Já o deputado federal Da Vitória, também bolsonarista, seria mais viável. O problema é que o candidato do PP ao governo é Casagrande.

A solução, segundo avalia o mercado político, seria o PSB não se aliar ao PT.

Casagrande que deve ganhar a eleição no primeiro turno, poderia apoiar Lula no segundo turno. (MR)