Extrema direita em chamas

BRASÍLIA – AGENCIA CONGRESSO – O senador Marcos do Val (PODE-ES) disse que já orientou sua assessoria legislativa para ir ao Conselho de Ética, da Câmara Federal, nesta quinta-feira dia (21), apresentar uma denúncia contra o deputado Gilvan da Federal (PL).

Alega que o parlamentar bolsonarista ‘criador de caso’  foi ao Senado – sua Casa – para provocá-lo, depois de enviar mensagens com críticas por suas redes sociais.

Os dois se estranharam ontem na CCJ do Senado, Comissão de Justiça – e hoje novamente, no desembarque do aeroporto de Vitória. Mas nenhum dos dois teve coragem de partir para agressão física.

O senador e o deputado já vinham brigando pelas redes sociais. Gilvan acusa Do Val de ser ‘traíra’ por delatar que o ex-presidente Jair Bolsonaro tentou um golpe de estado contra Lula.

Mas o senador também é bolsonarista, embora não aceite que o tratem como aliado do ex-presidente.

O capixaba que esta na reta final do se mandato de oito anos – já cumpriu seis – acabou isolado politicamente devido às suas posições contraditórias, e desmentidos que fez após dar declarações.

Já Gilvan da federal, ex-vereador de Vitória, quer ser senador em 2026, é criador de caso, já brigou com oito deputados federais, e coleciona denúncias de agressão verbal e física contra desafetos.

Eles se merecem. Só o Espírito Santo que não merece nenhum dos dois.