O ex-presidente Lula deixa a carceragem da PF em Curitiba Imagem: CASSIANO ROSÁRIO/FUTURA PRESS//ESTADÃO CONTEÚDO

BRASÍLIA – AGÊNCIA CONGRESSO – O ex-presidente Lula foi solto por determinação do juiz Danilo Pereira Júnior, substituto pela 12ª Vara Federal de Curitiba, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) na noite de ontem (7) de vetou a prisão em segunda instância.

Deputados da Bancada Capixaba, em sua maioria governistas, estão divididos com relação à soltura do ex-presidente petista. A deputada Dra. Soraya (PSL-ES) disse que só tem a lamentar após a decisão judicial.

“Em relação à saída do condenado Lula da prisão, só tenho a lamentar que muitas vezes a justiça no Brasil seja tão irresponsável. Liberta os corruptos que já estão condenados e aprisiona pessoas inocentes a viverem na linha da pobreza. A corrupção é a praga do Brasil e, só por isso, esse condenado Lula deveria cumprir sua pena pelos atos que cometeu contra o Brasil, no lugar certo: atrás das grades”, disse para a Agência Congresso.

Deputada Federal Lauriete (PL) Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

A deputada Lauriete (PL) também lamenta e reforça que é favorável à prisão após a condenação em segunda instância.

“A liberdade de Lula é de cortar o coração. É um ato de injustiça, pois o ex-presidente promoveu uma roubalheira no país, liderou a corrupção e gerou uma grande crise moral, institucional e econômica com mais de 20 milhões de desempregados no Brasil. Sexta-feira de tristeza com reflexos em todos os setores do pais”. disse.

“Não está sendo feita justiça com o povo. Lamentamos a impunidade aos criminosos de colarinho branco, a liberação de milhares de criminosos e os ataques a Lava Jato, um símbolo de moralidade. Com certeza a prisão em segunda instância ainda vai ser matéria de debate no Congresso Nacional. Eu sempre defendi a prisão em segunda instância, combatendo a impunidade”, conclui.