Foto: Agência Câmara

BRASÍLIA – AGENCIA CONGRESSO – Oito, dos dez deputados federais do ES pretendem votar a favor da reforma da Previdência do governo Bolsonaro.

Depois da reunião com o governador Renato Casagrande na tarde de ontem (11), a maioria da bancada manifestou apoio a reforma, com exceção dos deputados Sérgio Vidigal (PDT) e Helder Salomão (PT).

Helder disse que não é contra uma mudança na Previdência, mas em alguns pontos do texto fazem com que ele seja totalmente contra a proposta do governo. “Sou frontalmente contra alguns pontos desse texto, como o BPC e a aposentadoria dos professores.”, disse.

De acordo com o coordenador da bancada, deputado Da Vitória (Cidadania), a reforma é necessária “e a maioria entendeu isso. Essa reforma é a principal ação do governo Bolsonaro, temos que apoiar e existe consenso”, disse da Vitória.

Desgaste

Até deputados que são pré candidatos a prefeito nas eleições do ano que vem, como Norma Ayub (DEM) e Amaro Neto (PRB) vão votar a favor da reforma. Mas Vidigal, que também é pré candidato vota contra.

Além disso, os pré candidatos a prefeito temem algum desgaste político apoiando reformas que, em tese, tiram direito dos trabalhadores. 

Por isso, a maioria da bancada tem defendido a retirada do BPC, da aposentadoria rural, capitalização e a desconstitucionalização de alguns pontos do texto.

Foto AgênciaCongresso/ Casagrande reúne bancada na Câmara

Casagrande disse à Agência Congresso que está sendo negociado entre os governadores, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o relator da matéria, Samuel Moreira (PSDB -SP) a retirada de pontos críticos da reforma.

“Me reuni para dar a informação à bancada, para bancada continuar acompanhando porque se houverem essas alterações, melhora a condição de votar e retira as injustiças ou parte delas da Reforma da Previdência”disse.