Presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ)

BRASÍLIA – O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta quarta-feira (8/7), que espera que o próximo ministro da Educação “não seja lunático”, que “seja normal” e que esteja “dentro da Terra”.

O deputado também disse esperar que o novo comandante da pasta, ainda não indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, tenha conhecimento em gestão e educação.

“Já temos muitos problemas para termos ministros numa outra órbita. Precisamos de um ministro dentro da Terra e trabalhando em educação”, reforçou, em entrevista à CNN Brasil.

Na opinião do presidente da Câmara, “o governo precisa de um bom ministro, diferente do anterior, para que a gente possa retomar o caminho correto no tema”.

Maia criticou, em diversas ocasiões, a atuação de Abraham Weintraub, ao longo dos 14 meses que ele comandou a pasta.

O ex-ministro também alfinetava com frequência o deputado e, quando foi exonerado, acusado de ter tido uma atuação fraca, culpou o Legislativo por não ter votado projetos como a criação da carteira estudante digital dentro do prazo.

O governo está sem ministro da Educação desde a saída de Weintraub, em 18 de junho. Bolsonaro chegou a nomear o professor Carlos Alberto Decotelli para assumir o posto, mas ele foi destituído do cargo antes mesmo de tomar posse, por inconsistências no currículo.(Com informações do CB)

LEIA TAMBÉM
http://www.agenciacongresso.com.br/livro-infantil-aponta-cura-alternativa-para-o-coronavirus/