VILA VELHA – O prefeito de Vila Velha, Max Filho, admitiu a assessores diretos que não vai deixar a prefeitura para concorrer ao governo do ES nas eleições deste ano.

Ele no entanto, não pretende apoiar nenhum candidato vinculado ao atual governador Paulo Hartung (PMDB). Max governa Vila Velha há dois anos

“Nem mesmo o atual vice governador César Colnago, caso seja candidato a governador, terá apoio de Max”, disse um aliado do prefeito que está de férias no Peru.

O nome de Max foi citado para o governo, junto com o do senador Ricardo Ferraço (PSDB), apenas para demarcar espaço no ninho tucano, que vive dividido entre aliados e opositores a Hartung.

Colnago é acusado por parte dos tucanos de usar o partido em defesa dos seus interesses políticos, e de colocar a legenda a serviço de Hartung sem consultar o partido.

Bola furada

O senador Ferraço também terá dificuldades de aprovar seu nome para o governo via diretório estadual. Vai ter que pedir ajuda ao diretório nacional.

Até para disputar a reeleição Ferraço terá dificuldades no PSDB comandado por Colnago. Por isso não descarta trocar de partido, de novo, antes de abril.

Segundo analistas do mercado político, o jovem senador capixaba cometeu um erro ao sair do PMDB em plena crise política.

Confiou todas as suas fichas na mão do ex-presidente tucano Aécio Neves, e quando o mineiro caiu em desgraça – delatado por Joesly Batista – Ferraço foi junto.

https://oglobo.globo.com/brasil/grampo-revela-que-aecio-pediu-2-milhoes-dono-da-jbs-21353924.