BRASÍLIA – AGENCIA CONGRESSO – O grupo Rosas do Cerrado nasceu em 2016, após a realização do primeiro desfile no plenário da Câmara Legislativa do DF.

Em 2017, através de um encontro entre as professoras de Educação Especial Angela Ferreira e Maraísa Helena – ambas diagnosticadas com câncer de mama e na época em tratamento – foi consolidada a criação de um grupo para autoajuda com perfil diferenciado. A ideia era reunir mulheres que tiveram (ou ainda tenham) o diagnóstico de câncer de mama, mas que fossem animadas, com bom astral, alegres e super dispostas a continuarem vivendo a vida intensamente, sem reclamações sobre a doença.

A proposta de formação do grupo foi se consolidando rapidamente, sem o foco nas doações de lenços ou perucas. A intenção sempre foi de levar otimismo , bom humor, alegria de viver e disposição para demonstrar que podemos e devemos ser vaidosas mesmo passando por uma fase temporária de “carequinhas”. O nosso exemplo acabou “contagiando” outras mulheres e a adesão delas foi espontânea, acontecendo rapidamente através das redes sociais. Mulheres com diversas profissões, com personalidades interessantes, com uma alegria e animação contagiante foram se aproximando. É um grupo que se fortalece diariamente nutridas pela alegria de viver!

As pessoas nos perguntam qual é o nosso objetivo principal quando aparecemos na mídia? Respondemos que é chamar atenção para a causa das mulheres “invisíveis “, que infelizmente não tiveram a mesma oportunidade que nós. Somos, um grupo de exceção, privilegiadas! Tivemos acesso a um tratamento digno, apoio da família e dos amigos. Mas, continuamos a lutar por aquelas mulheres que sofrem nas filas dos hospitais sem acesso a exames e tratamentos humanizados. Elas não podem perdem a esperança de viver! O câncer não espera a burocracia do sistema. Lutamos contra um inimigo forte, mas Deus é mais poderoso e nós decidimos viver. Então, quem puder ajudar alguma dessas mulheres “invisíveis”, ofereça a doação de um exame ou de uma parte do tratamento na rede particular

O grupo realizará nesta quarta-feira, 24 de Outubro, às 15h, no Museu Nacional, um desfile com a abertura da Banda da Marinha.