AGÊNCIA CONGRESSO – Os dois deputados federais que mais empregam em seus gabinetes são Paulo Foletto (PSB) e Jorge Silva (PHS). Cada um com 26 servidores cada. Cada parlamentar pode empregar na Câmara de cinco a 25 funcionários e tem R$ 78 mil por mês para remunerá-los.

O custo total com pessoal dos deputados federais do ES alcança mensalmente mais de 1 milhão de reais. R$ 1.060.116,96 foi o total pago em abril. Isso sem levar em consideração os auxílios alimentação e de transporte.

Os valores estão no Portal da Transparência da Câmara dos Deputados no último mês de abril. O gabinete de Evair Melo possui 11 servidores comissionados na condição de secretários parlamentares. O valor gasto em abril foi de R$ 76.739,43.

Já no gabinete do pedetista Vidigal trabalham 15 funcionários na condição de secretários parlamentares e uma servidora na condição de Cargo de Natureza Especial (CNE) ao custo de R$ 77.976,46.

A contratação por meio de CNE é uma alternativa em que o funcionário fica vinculado a outro órgão da Câmara, mas presta serviços ao parlamentar.

Maiores gastos
No gabinete do deputado Givaldo Vieira (PT) são contratados 18 servidores comissionados na condição de secretários parlamentares ao custo mensal de R$ 98.107,93. O outro petista, Hélder Salomão, tem 21 funcionários na condição de secretários parlamentares que custam ao erário R$ 97.792,24.

No gabinete da deputada Norma Ayub (DEM) são contratados 19 servidores na condição de secretários parlamentares, onde a despesa com funcionários é R$ 89.218,65. O deputado Marcus Vicente (PP), tem 20 servidores na condição de secretários parlamentares ao custo de R$ 88.240,49.

Dois gabinetes
Por exercer a função de 4º suplente dos secretários da Mesa Diretora, os funcionários do deputado Carlos Manato (SD) representam um custo mensal total de R$ 217.697,44. No gabinete parlamentar são contratados 20 servidores na condição de secretários parlamentares e mais um na condição de CNE ao custo de R$ 97.419,49.

Já no gabinete de 4º suplente – outra função que ele exerce no Parlamento – trabalham nove funcionários como CNE ao custo de R$ 82.877,85. No entanto, alguns destes servidores comissionados são indicados pela liderança Partido Solidariedade, e não pelo capixaba.

GabinetesTotal de FuncionáriosCusto Total
Evair de Melo (PV)11R$ 76.739,43
Givaldo Vieira (PT)18R$ 98.107,93
Hélder Salomão (PT)21R$ 97.792,24
Jorge Silva (PHS)26R$ 124.068,12
LeloCoimbra (PMDB)22R$ 115.316,01
Manato (SD)21R$ 97.419,49
Marcus Vicente (PP)20R$ 88.240,49
Norma Ayub (DEM)19R$ 89.218,65
Paulo Foletto (PSB)26R$ 112.360,29
Sérgio Vidigal (PDT)16R$ 77.976,46
4º Suplente Manato09R$ 82.877,85
TOTAL209R$ 1.060.116,96

fonte: Portal Transparência Câmara Federal. Mês pesquisado abril/17 foto: Google