‘Bispo’ Edir Macedo cada vez mais rico: Patrimônio de R$ 2 bilhões

    77

    BRASÍLIA – AGENCIA CONGRESSO – A cada ano que passa o bispo Editor Macedo fica mais rico. A sua igreja Universal já tem templos nos Estados Unidos e Europa e fatura em euro e dólar, moedas que valem quatro vezes mais que o real.

    Carioca e ex-funcionário do IBGE, Edir costuma dizer que tem delegação de Deus para abençoar as pessoas. Mas só usa esse “poder divino” para atender pessoas ilustres. Pobre ele não abençoa.

    Dia primeiro de setembro o teatro foi com o próprio presidente da República Jair Bolsonaro, que foi a São Paulo conhecer o Templo de Salomão.

    “Uso de toda a autoridade que me foi concedida por Deus para abençoar este homem e lhe dar sabedoria. Que este país venha a ser transformado. Para lhe dar ânimo saúde e vigor. Para que o presidente possa arrebentar. Não porque sou eu que estou aqui. Mas porque é o Espírito Santo”.

    Nem o próprio Bolsonaro deve ter acreditado neste “poder divino” que só engorda a conta bancária do “bispo”. Além de ser o pastor mais rico do Brasil, ele possui templos em vários países e um jato bimotor particular, de modelo Bombardier Global Express XRS, estimado em R$ 90 milhões.

    Tem 10 milhões de livros vendidos, via templos que são usados como livrarias, e algumas das publicações com críticas à Igreja Católica e a algumas religiões africanas.

    Edir Macedo Bezerra tem hoje 74 anos. Antes de fundar a Universal, o bispo foi, por 16 anos, funcionário público e chegou a trabalhar para o IBGE, no censo econômico de 1970. fonte www.desafiomundial.com

    No final da década de 70, no entanto, deixou a carreira de funcionário público para se dedicar integralmente à vida religiosa. Fundou a Universal em 1977, mas já era pastor desde 1974. Tem cinco irmãos e nasceu em Rio das Flores – RJ

    A revista Forbes criou um ranking da fortuna dos maiores líderes religiosos do Brasil, e ao contrário do que pregou Jesus Cristo, eles acumulam uma vasta fortuna.

    Estevan Hernandes Filho e a “bispa” Sônia, por exemplo, têm juntos R$ 120 milhões.

    Outro exemplo, R. R. Soares, aparece com R$ 250 milhões. O líder da Assembleia de Deus, Silas Malafaia, tem fortuna R$ 300 milhões e o “apóstolo” Valdemiro Santiago, ‘dono’ da Igreja Mundial do Poder de Deus chega com R$ 400 milhões.

    No entanto, na liderança dessa estranha lista está Edir Macedo, fundador e líder da Igreja Universal do Reino de Deus, com patrimônio estimado em R$ 2 bilhões.

    Num país com tanta desigualdade social, é justamente dos mais pobres e necessitados que esses ‘lideres religiosos” tiram dinheiro. E os órgãos que deveriam contê-los nada fazem.

    Imóveis

    O bispo e sua mulher, Ester Eunice Rangel Bezerra, são proprietários de dois apartamentos de luxo em Miami, nos EUA.

    Um dos imóveis foi comprado em 2006, está em nome de Ester e é avaliado em US$ 2,1 milhões. O outro, registrado em nome do casal, foi comprado em 2008 e custou US$ 4,7 milhões.

    A primeira Igreja Universal foi fundada em julho de 1977 e figura hoje como o maior grupo neopentecostal do Brasil. Atualmente, a igreja tem mais de 5.000 templos, 1,8 milhão de fiéis, 10.000 pastores e está presente em cerca de 200 países.

    O Templo de Salomão, além de ser a maior igreja do Brasil, com seus 100 000 metros quadrados de área construída, é o endereço do criador da entidade. Ele e sua mulher, Ester, ocupam a cobertura do prédio.

    Nos 1 000 metros quadrados da residência oficial, há piscina coberta e jardim de inverno. Não existe fechadura na porta de entrada, cuja abertura se dá com um cartão magnético típico de hotéis.

    A filha do “bispo” Macedo, Cristiane, e seu marido, o “bispo” Renato Cardoso, fixaram residência em um apartamento de 200 metros quadrados logo abaixo da residência do pai.

    Ao todo, cinquenta moradias estão localizadas acima do altar. Elas são destinadas a pastores da alta cúpula e até mesmo para visitantes. Ilustres, é claro.

    Se fosse um hospital público como a irmão Dulce fez em Salvador –  ajudaria milhões de pessoas do país. Mas Macedo preferiu um templo cheio de cofrinhos para receber mais doações.

    Com informações da desafiomundial.com

    Cinema em Lisboa

    Já com um número de fiéis consolidado em Portugal, o “bispo” decidiu que estava na hora de abrir um grande templo, de dimensões consideráveis.

    Um edifício emblemático da cidade de Lisboa: o cinema Império, na alameda D. Afonso Henriques, perto da Almirante Reis, uma das principais vias da capital portuguesa.

    O local já tinha deixado de funcionar como cinema no final da década de 80. A Universal comprou o imóvel por dez milhões de euros.