BRASÍLIA – AGENCIA CONGRESSO – Para manter as contas em dia o governador Paulo Hartung (PMDB) determinou um corte de 27,5% nos gastos com saúde, que atingiu os hospitais filantrópicos.

Os estragos desta medida começaram a se refletir em prejuízo para a o população, a ponto dos próprios médicos – de dois hospitais do Sul – procurarem a bancada federal para pedirem socorro.

“Tem gente morrendo porque as unidades não dão conta de atender tantas pessoas. Os hospitais estão reduzindo atendimentos para diminuir o prejuízo’, disse o médico Elizeu Vargas (Evangélico de Cachoeiro).

“A Santa Casa de Guaçuí atendeu 164 mil exames em 2016. Só esse ano já foram 126 mil, até outubro. Muita gente migrou dos planos de saúde devido a crise”, disse o médico provedor José Prado.

Para tentar reverter essa situação – mais grave no sul do ES – a  bancada se reúne com o ministro da Saúde. (foto da reunião dos médico com a bancada)

REUNIÃO DA BANCADA CAPIXABA (05/12/2017)

O Exmo. Sr. deputado federal Marcus Vicente (PP-ES), coordenador da Bancada do Espírito Santo,  convida para reunião com o Exmo. Sr. Ministro da Saúde Ricardo Barros para tratar do aumento do teto da Média e Alta Complexidades dos Hospitais Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim e Santa Casa de Guaçuí.

Data: Terça-feira, 05 de dezembro de 2017

Horário: 17h30 – Local: Ministério da Saúde, Gabinete do Ministro, 5º andar.