MP 870/2019 foi aprovada pelo Senado na última terça (28). Foto: Roque de Sá/Agência Senado

BRASILIA – AGENCIA CONGRESSO – A maioria da bancada do ES queria manter o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) com o ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Ao todo, 10 integrantes da bancada capixaba – três senadores e sete deputados – votaram contra a mudança do Coaf para o Ministério da Economia.

Apenas os deputados federais Amaro Neto (PRB) e Helder Salmão (PT) votaram a favor da alteração quando o projeto tramitou na Câmara. O deputado Josias da Vitória (Cidadania) não votou.

A MP 870/2019 foi aprovada pelo Senado na noite de terça-feira (28), mas os senadores não chegaram a votar a transferência do Coaf, porque o próprio governo recuou na mudança, para não atrasar a votação – se a emenda fosse aprovada o projeto teria que voltar à Câmara.

Resultado de imagem para senadora rose de freita
Rose de Freitas (Podemos) votaria contra a mudança do Coaf para o Ministério da Economia

“Iria votar como votei na comissão, mantendo o Coaf com o ministro Sérgio Moro, conforme projeto do governo enviado a esta Casa”, disse a senadora Rose de Freitas (Podemos).

O senador Fabiano Contarato (REDE) havia declarado apoio à Medida Provisória 870/2019, ressalvado o destaque para o Coaf ficar no Ministerio da Justiça. Assim como o senador Marcos do Val (Cidadania).

Contarato (Rede) e Do Val (Cidadania) também foram contra a saída do Coaf do comando de Sérgio Moro

Do Val publicou uma nota em suas redes sociais afirmando que votou “a favor da MP 870 que reduz de 29 para 22 ministérios e, em destaque, defendi com outros senadores a permanência do COAF na Justiça.”

O senador disse, ainda, que recebeu a informação do governo de que o Ministério da Economia, sob o comando do ministro Paulo Guedes, irá manter a estrutura e o funcionamento do Coaf como estava no Ministério da Justiça.

Mudança de planos

A aprovação só ocorreu após o presidente da república, Jair Bolsonaro, enviar uma carta aos senadores com o objetivo de convencê-los a aprovar a proposta no Senado. O presidente temia que a medida, vencendo dia 3 de junho, invalidasse a reforma ministerial.

Votos da Bancada Capixaba

Senadores

Rose de Freitas (Podemos) Coaf no Ministério da Justiça
Fabiano Contarato (REDE) Coaf no Ministério da Justiça
Marcos do Val (Cidadania) Coaf no Ministério da Justiça

Deputados

Amaro Neto (PRB) Coaf no Ministério da Economia
Helder Salomão (PT) Coaf no Ministério da Economia
Felipe Rigoni (PSB) Coaf no Ministério da Justiça
Ted Conti (PSB) Coaf no Ministério da Justiça
Dra. Soraya (PSL) Coaf no Ministério da Justiça
Lauriete (PR) Coaf no Ministério da Justiça
Evair de Melo (PP) Coaf no Ministério da Justiça
Norma Ayub (DEM) Coaf no Ministério da Justiça
Sérgio Vidigal (PDT) Coaf no Ministério da Justiça
Da Vitória (Cidadania) Não votou